Quais as principais diferenças entre os kimonos de diversas artes marciais


A prática de esportes traz inúmeros benefícios para a saúde, muito importante para todas as pessoas, desde crianças até idosos. E quando falamos em esportes, as artes marciais ganham destaque, afinal chamam a atenção de pessoas com todas as idades.

Judô, Karatê e Jiu Jitsu são alguns que ganham destaque e atraem cada vez mais praticantes. Além de proporcionarem benefícios para a saúde, estes esportes também são muito importantes para o desenvolvimento das pessoas por exigirem muita concentração e disciplina.

Por esses motivos, as artes marciais chamam atenção de pais que incentivam os seus filhos a realizarem a prática de alguma das opções. E, posteriormente, os filhos também passam a amar a prática.

As lutas, por si só, já chamam muita atenção, mas tem outro detalhe que faz com que elas ganhem destaque: os trajes.  

Para fazer a prática de qualquer um desses esportes, é exigido o uso obrigatório de kimono, que assim como as faixas, também pode ser em diferentes cores e indicam o grau de avanço dos praticantes. Mas você sabia que existem diferenças entre os kimonos das artes marciais?

Quer saber quais são elas? Continue a leitura e descubra!

 

Quais as principais diferenças entre os kimonos em cada esporte

É comum que pessoas que não praticam artes marciais não saibam as diferenças entre os trajes, afinal de contas, não estão habituadas as regras e definições dos esportes.

Pensando nisso, separamos algumas das principais diferenças entre os tipos de kimonos utilizados nas principais artes marciais:

 

  •         Kimono de Karatê

Este kimono é diferente porque, normalmente, é mais curto e tem uma goma que proporciona barulho no momento do golpe. Além disso, ele também é mais leve que outros tipos. O kimono de Judô costuma ter as mangas mais largas e a saia e a calça são maiores, para que os praticantes sejam obrigados a pegar o adversário. Já os atletas de Jiu-Jitsu, costumam usar os kimonos na medida certa, para não sobrar pano para o adversário “pegar”. Sobre o peso, o kimono do Judô e do Jiu-Jitsu, é feito com um tecido mais grosso conhecido como trançado, devido a luta envolver mais contato corporal.

  •         Kimono Jiu-Jitsu

Como falamos acima, o kimono de Jiu-Jitsu possui as suas características próprias, sendo muito importante que o produto seja de alta qualidade para que assim o atleta tenha uma alta performance. É importante que os modelos tenham reforços de tecido nas axilas, nas costas e também no peitoral, para também oferecer conforto e segurança para o praticante. A gola do kimono também faz toda a diferença é possui costura alinhada, além de enchimento especial.

 

  •         Kimono de Judô

Este tipo de kimono também possui reforços de tecido nas mesmas partes que o de Jiu-Jitsu (axilas, costas e peitoral), para assim proporcionar maior resistência, conforto e durabilidade. A cola também possui um enchimento especial, com o objetivo de também proporcionar mais conforto para o atleta.

 

O kimono fora das artes marciais

Agora que você já sabe mais sobre as diferenças de cada tipo de kimono nas artes marciais, se ainda tem dúvidas de qual deve adquirir para realizar a prática do esporte que deseja, sempre tire suas dúvidas com um profissional.

Pode ser o seu instrutor ou professor, ou até mesmo um especialista em roupas voltadas para artes marciais, para assim você saber qual é a opção ideal para você.

Uma observação muito interessante, é que não existe kimonos femininos, pois eles são unissex. Deste modo, sempre que for pensar em comprar na internet, poderá ficar tranquilo(a) em relação ao gênero.

Agora sim, você sabe as principais diferenças entre os tipos de kimonos e esperamos que saiba qual é a melhor opção para você praticar a sua arte marcial favorita.